Significado dos Nomes das Cidades do Rio de Janeiro

Cidades ordenadas por visita:
1. ANGRA DOS REIS – No dia consignado à devoção dos Reis Magos, foi descoberta uma pequena baía.
2. APERIBÉ – Cachimbo Aceso.
3. ARARUAMA – Significa lagoa das conchas.
4. AREAL – Banco de areia existente onde, atualmente, encontra-se a Igreja Católica.
5. ARMAÇÃO DOS BÚZIOS – Devido à grande quantidade de búzios no fundo do mar e às armações de pescarias feitas por navios que passavam por suas baías.
6. ARRAIAL DO CABO – Ventos, correntes marítimas e as marés começaram a depositar sedimentos entre três antigas ilhas – Morro do Mirante, do Forno e Pontal do Atalaia –, incorporando-as ao continente e formando, assim, o cabo onde se situa a cidade.
7. BARRA DO PIRAÍ – Barra do rio dos peixes.
8. BARRA MANSA/RJ – Rio de mesmo nome que corta a região
9. BELFORD ROXO – O Inspetor Geral de Obras Públicas – Raymundo Teixeira Belford Roxo, que doou o seu nome à Fazenda que deu origem ao município.
10. BOM JARDIM – Foi devido ao fato de se negarem os habitantes de São José do Ribeirão a consentir na passagem dos trilhos da Estrada de Ferro Cantagalo por suas terras, receosos de que as fagulhas das locomotivas viessem a danificar suas plantações.
11. BOM JESUS DO ITABAPOANA – Em recordação ao lugarejo de Minas, Bom Jesus da Vista Alegre, terra natal de Antônio José da Silva Neném e pelo Rio Itabapoana.
12. CABO FRIO – Navegantes lusitanos, pois em plena zona tropical, sentiram como se estivessem atravessando uma região de baixíssima temperatura, peculiar aos pólos. (Ressurgência)
13. CACHOEIRAS DE MACACU – Fundada as margens do rio Macacu.
14. CAMBUCI – Potes de cerâmica que recebiam o mesmo nome.
15. CAMPOS DOS GOYTACAZES – Campos habitados por índios Goitacás.
16. CANTAGALO – Quando os soldados já se dispunham a regressar, depois de infrutíferas buscas, tiveram a atenção despertada pelo canto de um galo. Encontraram dormindo no meio da mata, um dos companheiros de Mão de Luva.
17. CARAPEBUS/RJ – Significa Peixe gostoso, carapeba.
18. CARDOSO MOREIRA – Homenagem ao Comendador José Cardoso Moreira.
19. CARMO – Homenagem dedicada a Nossa Senhora do Carmo.
20. CASIMIRO DE ABREU – Em homenagem ao poeta, seu cidadão mais famoso.
21. COMENDADOR LEVY GASPARIAN – Em homenagem ao industrial de igual nome e de origem Armênia que em 1953 havia instalado no distrito um vasto parque industrial fabril.
22. CONCEIÇÃO DE MACABU – Deriva de Nossa Senhora da Conceição, cuja nomenclatura original era Nossa Senhora da Conceição do Rio Macabu. Que designava uma palmeira de frutos.
23. CORDEIRO – Fazenda Cordeiro, à margem do Rio Macuco, que deu origem à cidade.
24. DUAS BARRAS – Provém de estar à cidade localizada entre as barras formadas pela junção dos rios Negro com o rio Resende e a frente com o córrego do Baú.
25. DUQUE DE CAXIAS – Homenagem a Duque de Caxias (Patrono do Exército brasileiro)
26. ENG. PAULO DE FRONTIN – André Gustavo Paulo de Frontin – foi um político e engenheiro brasileiro.
27. GUAPIMIRIM – Nascente Pequena.
28. IGUABA GRANDE – Significa lugar de muitas águas.
29. ITABORAÍ – ITA = pedra e BORAÍ = bonita.
30. ITAGUAÍ – Significa lago entre pedras.
31. ITALVA – Pedra Branca.
32. ITAOCARA – Aldeia da Pedra.
33. ITAPERUNA – Pedra Preta.
34. ITATIAIA – Penhasco cheio de pontas.
35. JAPERI – Planta semelhante ao junco, que flutuava nos pântanos da região.
36. LAJE DO MURIAÉ – Laje de pedra, existente na margem direita do Rio Muriaé, onde diminui a correnteza, forma uma bacia.
37. MACAÉ – Significa Rio dos Bagres.
38. MACUCO – É uma ave que habita a mata primária, percorrendo o solo da floresta.
39. MAGÉ – É uma derivação de seu nome original Magepe-mirim cujo significado seria Cacique pequeno.
40. MANGARATIBA – MANGARA = ponta da banana e TIBA = local onde existe abundância.
41. MARICÁ – Vem dos termos indígenas “MARI” que significa espinheiro e “CAÁ” que significa mato, denominação justificada pela abundância de acácias espinhosas existentes na região.
42. MENDES – A fazenda de Santa Cruz, do Barão de Santa Cruz, transferida posteriormente para a família dos Mendes, que deu origem a cidade.
43. MESQUITA – Em homenagem a Jerônimo Roberto de Mesquita. (proprietário rural e nobre brasileiro)
44. MIGUEL PEREIRA – Médico e professor Miguel da Silva Pereira que difundiu as qualidades do clima do local.
45. MIRACEMA – YBIRA – pau, madeira e CEMA – brotar.
46. NATIVIDADE – Homenagem a Nossa Senhora da Natividade, padroeira da cidade.
47. NILÓPOLIS – Em homenagem a Nilo Peçanha.
48. NITERÓI – Significa águas escondidas.
49. NOVA FRIBURGO – D. João VI que autorizou, em 1818, a vinda de 100 famílias suíças, oriundas do cantão de Friburgo, para criação de uma colônia.
50. NOVA IGUAÇU – Em virtude de ter sido fundada em torno dos rios, especialmente do Iguaçu.
51. PARACAMBI – Macaco pequeno.
52. PARAÍBA DO SUL – A pequena distância da margem esquerda do Rio Paraíba (rio ruim para navegação).
53. PARATY – Peixe de rio ou viveiro de peixes.
54. PATY DO ALFERES – Combinação do nome da palmeira com a patente militar Alferes.
55. PETRÓPOLIS – Cidade de Pedro.
56. PINHEIRAL – Devido à Fazenda do Pinheiro.
57. PIRAÍ – Rio dos peixes.
58. PORCIÚNCULA – Homenagem a José Tomás de Porciúncula, ex-governador.
59. PORTO REAL – Nela foi feito um desembarcadouro no rio Paraíba que ficou denominado de Porto Real para o imperador D. Pedro II descansar.
60. QUATIS – Grande quantidade destes animais existentes naquela região.
61. QUEIMADOS – Os chineses que moravam na região tinham por costume queimar os seus mortos. Este costume criou entre os populares, que tinham que passar pelo local onde os chineses haviam sido queimados.
62. QUISSAMÃ – Seu nome deve-se a um escravo que vivia entre os índios que quando perguntado pelos primeiros exploradores como chegara ao local, ele se disse originário da Cidade de Quissamã, em Angola.
63. RESENDE – Homenagem ao quinto Vice-rei, Conde de Resende, naquela época Governador do Brasil.
64. RIO BONITO – Se deveu ao fato dos Sete Capitães, ao se dirigirem a Macaé, ficarem impressionados com um belo riacho que atravessava região.
65. RIO CLARO/RJ – Rio de mesmo nome que corta a região
66. RIO DAS FLORES/RJ – A nova denominação é em razão de percorrer seu território o rio de mesmo nome, este atribuído pela presença nativa de lírios-do-brejo em suas margens.
67. RIO DAS OSTRAS – Tinha a denominação de Rio Leripe (molusco ou ostra grande), ou Seripe.
68. RIO DE JANEIRO – Corpo d’água designado como rio no mês de janeiro.
69. SANTA MARIA MADALENA – Homenagem a Santa Maria Madalena, padroeira da cidade.
70. SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA – Homenagem a Santo Antônio de Pádua, padroeiro da cidade.
71. SÃO FIDÉLIS – Homenagem a São Fidélis, padroeiro da cidade.
72. SÃO FRANCISCO DE ITABAPOANA – Homenagem ao padroeiro São Francisco e o Rio Itabapoana – significando pedras ou seixos de beira de rio onde existem colmeias de vespas assanhadas e perigosas.
73. SÃO GONÇALO – Homenagem a Gonçalo Gonçalves, que mandou edificar uma igreja, sob a invocação de São Gonçalo.
74. SÃO JOÃO DA BARRA – Homenagem a São João Batista da Barra.
75. SÃO JOÃO DE MERITI – Homenagem a São João Batista e ao Rio Meriti.
76. SÃO JOSÉ DE UBÁ – Homenagem a São José e Ubá – gramínea abundante nas margens do rio.
77. SÃO JOSÉ DO VALE DO RIO PRETO – Homenagem a São José e ao Rio Preto.
78. SÃO PEDRO DA ALDEIA – Significa aldeia de São Pedro.
79. SÃO SEBASTIÃO DO ALTO – Homenagem a São Sebastião e sua sede fica no alto da serra Deus me Livre.
80. SAPUCAIA – Nome tirado do fruto da árvore Sapucaia.
81. SAQUAREMA – Socó-Rema, em vista da existência de numerosos bandos de aves pernaltas, conhecidas como Socó.
82. SEROPÉDICA – SERICEO ou SERICO, que significa seda, e outra, grega, PAIS ou PAIDÓS, que significa tratar ou consertar.
83. SILVA JARDIM – Homenagem ao seu ilustre filho o político fluminense Antônio da Silva Jardim.
84. SUMIDOURO – Curioso acidente geográfico verificado em suas terras, com o Rio Paquequer desaparecendo sob Lajes de Pedra.
85. TANGUÁ – Originado da língua Tupi TAN = formiga e GUÁ = verbo comer, ou seja, PAPA-FORMIGAS.
86. TERESÓPOLIS – Cidade de Teresa.
87. TRAJANO DE MORAIS – Filho do Visconde de Imbé (José Antônio de Morais) tornou-se uma figura influente de seu tempo.
88. TRÊS RIOS – Rios Paraíba do Sul, Piabanha e Paraibuna.
89. VALENÇA – Homenagem ao Vice-Rei de Portugal, Dom Fernando José, descendente dos nobres da cidade espanhola de Valencia.
90. VARRE SAI – D. Inácia, proprietária de um curral emprestava aos tropeiros. Como, ao saírem, deixavam o local sujo, irritada ela dizia: varre e sai.
91. VASSOURAS – Arbusto que era abundante na região e utilizado para confecção de vassouras.
92. VOLTA REDONDA – Rio Paraíba do Sul, responsável pelo seu nome, devido a um acidente geográfico no seu curso.