Paraíba

Detalhes da Viagem:

Data: 12/06/2016

Cidades Visitadas: 223

Distância Percorrida: 12668

Pequeno resumo da viagem:

12/06/2016Veja as fotos
“Empolgados” foi a melhor palavra que expressava o nosso estado de espírito no dia de hoje. Para ficar bem próximo ao nosso primeiro objetivo (cidade de Alcantil/PB) pernoitamos na cidade de Vertentes/PE. Para iniciarmos bem o dia tomamos um café da manhã reforçado e seguimos para o Estado da Paraíba, só não contávamos com um erro no caminho que nos custou cerca de meia hora na viagem. Resolvido o problema chegamos a Alcantil/PB e fizemos várias fotos. Após o “friozinho na barriga” da estreia seguimos para Santa Cecília/PB onde fotografamos vários atrativos da cidade. Chegamos a Riacho de Santo Antônio/PB onde aproveitamos para almoçar e deliciar uma galinha caipira. Seguimos para Barra de São Miguel/PB onde enfrentamos a nossa primeira (de muitas) estrada de chão. Preocupados com o pernoite seguimos para São Domingos do Cariri/PB e depois para Caraúbas/PB onde não tivemos sucesso em encontrar um hotel. Como o sol está se pondo bem cedo, por volta das 17:00 hs, seguimos para Coxixola/PB onde pernoitamos.
13/06/2016Veja as fotos
Acordamos em Coxixola/PB e tomamos um delicioso café da manhã servido pelos dedicados funcionários da Pousada dos Tropeiros que com certeza recomendamos. Seguimos para a cidade de Congo/PB e na estrada deparamos com uma linda serra chamada de Engabelada. Após a visita a cidade de Congo/PB seguimos para Camalaú/PB onde visitamos o Cruzeiro de Santo Antônio e outros lugares. Seguimos então para São João do Tigre/PB onde almoçamos. A seguir chegamos a São Sebastião do Umbuzeiro/PB e logo em seguida fomos para Zabele/PB onde fizemos várias fotos. Seguimos após para Monteiro/PB onde conhecemos um admirador que nos auxiliou bastante em nossa visita e aproveitamos para pernoitar.
14/06/2016Veja as fotos
Hoje acordamos em Monteiro/PB, tomamos nosso café e o sol já estava alto e muito quente. Fizemos mais algumas fotos e partimos para próxima cidade e descobrimos que o mapa quatro rodas estava errado que nos fez perder muito tempo. Resolvido o problema do guia, chegamos a Amparo/PB e lá encontramos um admirador que estava nos aguardando para falar sobre a sua cidade. Seguimos para Ouro Velho/PB, contrariando o planejamento. Chegando lá fomos surpreendidos por um repórter do jornal “Cariri de Cá” solicitando uma entrevista. Após, seguimos para Prata/PB onde conhecemos Maria Helena, dona do hotel e restaurante, onde almoçamos. Depois de tirarmos algumas fotos em Sumé/PB seguimos Serra Branca onde pernoitamos.
15/06/2016Veja as fotos
Acordamos na pousada Itamorotinga e tomamos um delicioso café da manhã onde tivemos um papo muito envolvente com o Leonardo, proprietário da pousada. Fizemos mais algumas fotos na cidade de Serra Branca/PB e partimos para São João do Cariri/PB e logo na entrada uma triste realidade: o rio Taperoá seco. Uma rua de casas antigas deixa-a mais charmosa. Seguimos para Cabaceiras/PB, conhecida como a Roliude Nordestina, que está em clima de olimpíada e das festas juninas. Almoçamos em um restaurante típico chamado de “Berro do bode” onde a comida é muito boa e que recomendamos, porém o atendimento é básico. Rumo à próxima cidade, Boqueirão/PB, para nossa alegria deparamos com um belo açude onde tiramos muitas fotos e fizemos a filmagem. Quando fomos para Caturité/PB tivemos problemas nos equipamentos e infelizmente tivemos que suspender temporariamente os trabalhos.
16/06/2016Veja as fotos
Devido aos problemas que tivemos na tarde de ontem, tivemos que pernoitar na cidade de Campina Grande/PB. Retomamos os trabalhos do ponto que paramos, na cidade de Barra de Santana/PB e não na cidade de Caturité como foi informado ontem. Após fomos para Queimadas/PB onde ainda enfrentamos problemas e logo seguimos para próxima cidade. Em Fagundes/PB visitamos a famosa Pedra de Santo Antônio com um visual deslumbrante onde pudemos registrar também a Pedra dos Namorados. Partimos para a famosíssima cidade de Campina Grande/PB pelo seu “Maior São João do Mundo” onde pernoitamos.
17/06/2016Veja as fotos
Partimos de Campina Grande/PB bem cedo em direção a cidade de Lagoa Seca/PB onde pudemos constatar a beleza do Convento de Ipuarana. Rapidamente passamos pela cidade de Alagoa Nova/PB com destino a Matinhas/PB, uma cidade pequena e acolhedora. De novo na estrada fomos para São Sebastião de Lagoa de Roça/PB onde aproveitamos para almoçar. Fomos então para Esperança/PB, uma cidade simples com jeito de cidade grande. Areial/PB foi à próxima cidade onde filmamos e fotografamos toda a cidade que já estava muito enfeitada para festa São Pedro. Rumo à Montadas/PB, continuamos pela região que aparentemente mais castigada pela seca. Chegamos à tardinha com o sol se pondo na cidade de Puxinanã/PB e ficamos horrorizados em ver um grande açude completamente seco. Passamos para cidade de Pocinhos/PB onde pernoitamos.
18/06/2016Veja as fotos
Logo cedo já em Pocinho/PB, após o café da manhã, entramos no bairro de Nova Brasília construído na pedra, minha surpresa foi maior quando descobri que toda à cidade estava em cima da pedra considerada a maior pedra desflorada do mundo com 122 km de extensão. Conhecemos o Parque das Pedras, muito interessante. Rumo a Boa Vista/PB e depois para Gurjão/PB registramos em fotos, uma linda arquitetura. De volta na estrada fomos a Parari/PB com a intenção de almoçarmos, porém não tivemos sucesso. Já em Santo André, apesar do adiantado da hora, conseguimos almoçar. Em Assunção/PB tivemos a alegria de conhecer o maior homem do Brasil (Ninão). Chegamos a Taperoá/PB, fomos lanchar e descansar.
19/06/2016Veja as fotos
Pela manhã em Taperoá/PB, ao abastecermos, tivemos uma surpresa de não ter diesel S-10 no posto. Tivemos que improvisar usando outro tio de diesel para não prejudicar nosso trabalho. Seguimos para São José dos Cordeiros/PB e a preocupação continuava, pois não encontramos o combustível. Em Livramento/PB conseguimos solucionar o problema do combustível. Partimos para Desterro/PB lá almoçamos e conversamos um pouco a respeito do povo nordestino. Já em Maturéia/PB tiramos varias fotos e seguimos para Teixeira/PB onde constatamos uma linda vista da Pedra de Tendó. Ao chegar a São José do Bonfim/PB não tinha hotel e tivemos que pernoitar em Teixeira/PB.
20/06/2016Veja as fotos
Acordamos em Teixeira/PB e o dia estava nublado e garoando. Seguindo nosso cronograma chegamos a Mãe d’Água começamos a fotografar e algumas crianças do colégio quiseram aparecer nas fotos. Rumo a Imaculada/PB pegamos a pior estrada até agora. Foi muito difícil, mas valeu pela vista maravilhosa que pudemos desfrutar. Conseguimos chegar e conhecemos Ruan e Ryan que deram uma geral no carro. Água Branca/PB foi a próxima cidade a ser visitada e aproveitamos para almoçar. Partimos para Juru/PB que estava toda enfeitada para as festas juninas. Seguimos para Tavares/PB cidade pequena e muito movimentada. Chegamos a Princesa Isabel/PB já estava entardecendo e as filmagens e fotografias ficaram prejudicadas. Devido a um problema técnico, tivemos que nos dirigir para a cidade de Triunfo/PE onde pernoitamos.
21/06/2016Veja as fotos
Resolvido os problemas técnicos em Triunfo/PE seguimos em direção a São José de Princesa/PB enfrentando dificuldades de abastecimento do óleo diesel S-10. Infelizmente com pouco óleo resolvemos deixar de visitar vários atrativos na cidade, na qual nos desculpamos. Partimos em direção a Manaíra/PB onde visitamos suas lindas praças e em seguida fomos para Santana de Mangueira/PB onde aproveitamos para almoçar. Depois de constatar que a viagem para Curral Velho/PB pelo asfalto seria um pouco mais longe, porém mais rápida e com a necessidade de resolver o problema do abastecimento causou mais um pouco de atraso. Com muito sacrifício chegamos a Diamante/PB onde conseguimos resolver o problema de abastecimento e então seguimos para Boa Ventura/PB e como já temos dito em dias anteriores, o sol está se pondo mais cedo do que o de costume forçando a suspenção dos trabalhos antecipadamente. Terminado em Boa Ventura/PB seguimos para o pernoite na cidade de Itaporanga/PB.
22/06/2016Veja as fotos
Depois de tomarmos café em Itaporanga/PB, logo cedo iniciamos os trabalhos naquela cidade, pois o dia estava nublado e ameaçava chover. Nosso primeiro atrativo a ser visitado foi o Cristo, uma obra de grandes proporções que vale a pena ser visitado por todos e de onde se tem uma vista maravilhosa. Quando deixamos Itaporanga/PB em direção a Ibiara/PB tivemos uma surpresa muito desagradável: nosso guia orientava-nos a seguir uma estrada pavimentada, porém a verdade é que era de terra em péssimo estado de conservação nos obrigando a mudar a nossa rota. Contornada tal situação seguimos para Santa Inês/PB e no caminho próximo a Conceição/PB deparamos com uma comunidade que construiu um belíssimo Santuário em devoção a Santo Expedito, padroeiro e que dá o nome a comunidade. Após tirarmos algumas fotos em Santa Inês/PB partimos para a cidade natal da cantora Elba Ramalho, Conceição/PB que estava em festa em homenagem a São João. Rapidamente passamos por Bonito de Santa Fé/PB e Monte Horebe/PB e constatamos que nosso veículo precisava ser levado a uma autorizada, onde a mais próxima ficava na cidade de Cajazeiras/PB, para substituição do óleo. Aproveitamos para pernoitar e amanhã retomaremos o nosso planejamento.
23/06/2016Veja as fotos
A caminho de São José de Piranhas/PB paramos para um café num lugar simples muito gostoso. Abastecidos chegamos a São José de Piranhas/PB e logo partimos para Serra Grande/PB onde fizemos várias fotos. Seguimos então para São José das Caianas/PB e as informações que tínhamos é que a estrada seria de terra, mas como várias outras, já estava pavimentada sem acostamento e com a sinalização muito ruim. Fomos então para Pedra Branca/PB onde a vista era deslumbrante e tiramos várias fotos da Serra Branca e de suas bonitas praças muito bem cuidadas. Em seguida fomos para Nova Olinda/PB e lá aproveitamos para almoçar. Partimos para Santana dos Garrotes/PB e logo após para Piancó/PB e Olho d’Água/PB onde todas se preparavam para o dia da festa de São João. Sem pousadas ou hotéis em Serra dos Garrotes/PB, fomos pernoitar em Piancó/PB.
24/06/2016Veja as fotos
Acordamos e partimos para Ema/PB e como era dia de São João percebemos nas ruas um forte cheiro de cinzas e víamos ainda as brasas dos restos das fogueiras que ainda estavam quentes. O mais curioso é que parecia que cada casa tinha montado a sua própria fogueira. Partimos para a cidade de Catingueira/PB e não podíamos deixar de registrar a linda praça com a estátua do poeta “Inácio da Catingueira” e uma enorme imagem em homenagem a São Sebastião. Indo para Santa Terezinha/PB fomos contemplando a grandiosidade da Serra da Catingueira e não podíamos deixar de registrar em fotos que não conseguem traduzir a beleza que víamos. Rumo a Patos/PB, conhecida como a “capital do sertão paraibano” em toda a sua grandiosidade e imponência. Almoçamos e logo seguimos para Malta/PB e em seguida para Vista Serrana/PB que nos recebeu com um lindo letreiro em sua entrada. Passamos rapidamente por Condado/PB e São Bentinho/PB e chegamos a Cajazeirinhas/PB onde registramos 5000 km desde a nossa saída de Vila Velha/ES. Devido ao adiantado da hora chegamos a Coremas/PB e depois de rápida visita a quermesse que acontecia na cidade fomos descansar.
25/06/2016Veja as fotos
Logo cedo começamos a percorrer a cidade de Coremas/PB e foi muito triste ver o grandioso açude de Coremas, que beneficia 112 municípios no estado da Paraíba, com apenas 7% de sua capacidade conforme informação de um morador. Depois seguimos para São José da Lagoa Tapada/PB e logo em seguida para Igaracy/PB. Chegando a Aguiar/PB providenciamos logo um local para almoçarmos, pois sabíamos que a nossa viagem para Carrapateira/PB não seria das mais fáceis. Depois de fazer as fotos em Carrapateira/PB, seguimos para Nazarezinho/PB. Ao chegarmos a Marizópolis/PB deparamos com uma linda e moderna igreja católica de Santo Antônio. Devido as grandes distâncias percorridas e a grande quantidade de estradas de terra resolvemos partir logo para a cidade de Cachoeira dos Índios/PB para pernoitar, porém conforme informações dos moradores, lá não teria hotel ou pousada, então ficamos em Cajazeiras/PB para dormirmos e seguir cedo para a cidade de Cachoeira dos Índios/PB.
26/06/2016Veja as fotos
Chegamos a Cachoeira dos Índios/PB e já na metade de nossos trabalhos começou a cair uma chuva fininha que para nós atrapalha um pouco, mas para esse povo já castigado seria uma benção se durasse o resto do mês. ENTÃO QUE SEJA BEM VINDA ESSA CHUVA. Infelizmente não durou nem até a nossa saída. Em uma estrada bastante esburacada, seguimos para Bom Jesus/PB, cidade vizinha ao estado do Ceará. Depois de tantas idas e vindas, chegamos a Cajazeiras/PB para cumprirmos o cronograma previamente estipulado. Uma cidade de porte médio que apresentava uma calmaria enorme por ser domingo que facilitou muito o nosso trabalho. Almoçamos e partimos para a cidade São João do Rio do Peixe/PB onde pudemos constatar o fim de uma das mais belas praças de toda a Paraíba, conforme informações de alguns moradores. Antes de seguirmos para Santa Helena/PB passamos rapidamente pelo distrito de Brejo das Freiras e conhecemos o hotel de mesmo nome com suas águas termais. Partimos para Santa Helena/PB onde parece que o tempo para, principalmente ao entardecer quando as pessoas ficam a frente de suas casas sentadas em cadeiras de balanço aguardando o pôr do sol. Devido a problemas de locais adequados para pernoite, tivemos que retornar para a cidade de São João do Rio do Peixe/PB para descansarmos.
27/06/2016Veja as fotos
Acordamos em São João do Rio do Peixe/PB e fomos para Poço de José Moura/PB, chegamos bem cedo e como quase todas as cidades as mulheres já estavam com as vassouras nas mãos e varrendo as calçadas e a rua defronte as suas casas deixando toda cidade bem limpa. Pudemos ver a história pesquisada representada em esculturas e monumentos nas praças, muito bem cuidadas. Chegando à próxima cidade Triunfo/PB o que nos chamou a atenção foi o tamanho do monumento ao menino Deus e a história de nossa gente na Praça dos Quarenta e na Sede dos Quilombolas. Seguimos para Bernardino Batista/PB que tem como curiosidade a cidade recordista de moradores ligados por laços de sangue. Rumo a Joca Claudino/PB cujo antigo nome era Santarém, não encontramos lugar para almoçar. Partimos para Poço Dantas/PB e almoçamos na residência de uma moradora que fornecia almoço saciado nossa fome. Depois partimos para Uiraúna/PB onde ficamos felizes em saber que era a centésima cidade visitada. Em Vieirópolis/PB podemos contemplar mais um trecho da Serra Branca e partimos para Lastro/PB onde fizemos várias fotos e seguimos para Sousa/PB para o pernoite.
28/06/2016Veja as fotos
Saímos do hotel em Sousa/PB e fomos para o Vale dos Dinossauros onde se registra a maior incidência de pegadas de dinossauros do mundo. Com o adiantado da hora, seguimos para Aparecida/PB e aproveitamos para almoçarmos. Seguimos para São Francisco/PB e tentamos localizar o cruzeiro que indica o local da morte do surdo mudo Manoel Tomás, executado pela Coluna Prestes, mas não tivemos êxito. A caminho de Santa Cruz/PB, voltamos a observar a grande quantidade de jumentos soltos pelas estradas que causam sempre acidentes fatais. Para a nossa próxima cidade, devido a proximidade da divisa com o RN, tivemos que optar por um caminho que passou pela cidade de Alexandria/RN. Chegamos então em Bom Sucesso/PB e quando terminamos, iríamos seguir para a próxima cidade, Lagoa/PB, porém devido ao adiantado da hora e o estado da estrada de terra, optamos por pernoitar em Bom Sucesso/PB.
29/06/2016Veja as fotos
Partimos cedo para a cidade de Lagoa/PB e depois de visitar a cidade paramos para nosso desjejum, mais algumas fotos e partimos para São Domingos de Pombal/PB. Depois de várias fotos em São Domingos de Pombal/PB chegamos a Pombal/PB, uma cidade de médio porte que sempre demora um pouco mais que o normal. Aproveitamos para almoçar e logo em seguida seguimos para Mato Grosso/PB que pela pouca idade (apenas 12 anos), já desponta como uma cidade em franco crescimento. Nossa próxima cidade foi Jericó/PB que representou para nós um grande marco quando atingimos a 112ª cidade visitada, perfazendo 50% do total das cidades a serem visitadas na Paraíba. Não poderíamos deixar de registrar aqui a beleza de uma de suas igrejas que desponta imponente sobre um dos morros que circundam a cidade. De volta à estrada, seguimos para Riacho dos Cavalos/PB uma cidade simples, mas com os seus encantos onde aproveitamos para lanchar em um quiosque na praça onde fomos atendidos por uma senhora muito agradável. Depois de sermos informados que em Riacho dos Cavalos/PB e na cidade do próximo destino não havia pousadas ou hotéis, então resolvemos seguir para a cidade de Catolé do Rocha/PB para pernoitarmos.
30/06/2016Veja as fotos
Após tomarmos o café da manhã em Catolé do Rocha/PB seguimos para Brejo dos Santos/PB e que após fotografarmos os atrativos deparamos na saída da cidade com uma pequena boiada e o que nos causou surpresa foi que os boiadeiros que a conduziam não mais usavam cavalos e sim as motos. Em Catolé do Rocha/PB subimos ao ponto mais alto da cidade, Monte Tabor, onde pudemos avistar toda a cidade e a serra ao fundo. Partimos então para a cidade de Belém do Brejo da Cruz/PB onde aproveitamos para almoçar e depois fomos conhecer as ruínas do casarão mais antigo da cidade que continua sendo um grande atrativo para a região. Após, seguimos para São José do Brejo do Cruz/PB onde conhecemos sua bela igreja. Depois chegamos a Brejo do Cruz/PB, uma cidade que nasceu aos pés da Pedra da Turmalina. Também é conhecida por ser a cidade natal do cantor Zé Ramalho e que possui um Acervo Cultural que não pudemos visitar por estar fechado. Seguimos então para a cidade de São Bento/PB para pernoitarmos.
01/07/2016Veja as fotos
Em São Bento/PB logo na entrada, deparamos com um lindo pórtico com uma rede esticada. Ela é conhecida como a cidade das redes porque em todos os cantos é possível ver lojas expondo as redes e várias tecelagens. Fomos então para Paulista/PB e pudemos constatar que as igrejas da Assembleia de Deus nesta cidade são bem maiores do que em outros lugares que visitamos. Partimos para São José de Espinharas/PB, que possui uma das maiores reservas de urânio, onde aproveitamos para almoçar. Outra coisa que nos chamou a atenção foi o comentário de uma senhora muito falante dizendo que estava frio e a temperatura passava dos 30 graus. Em Quixaba/PB filmamos e fotografamos. Partimos para Cacimba de Areia/PB e logo depois para Cacimbas/PB onde enfrentamos um caminho muito difícil, porém fomos compensados com uma vista linda da serra. Após resolvermos tudo, pegamos o rumo para Salgadinho/PB e ao passar por Taperoá/PB fomos informados de que não acharíamos hotéis ou pousadas por lá e então resolvemos pernoitar em Taperoá/PB. Para completar nossa alegria pudemos reencontrar amigos que deixamos quando de nossa última visita a Taperoá/PB.
02/07/2016Veja as fotos
Depois de uma boa noite de sono, seguimos rapidamente para a cidade de Salgadinho/PB e Areia de Baraúna/PB. Logo em seguida chegamos à cidade de Passagem/PB e quando seguíamos para a próxima cidade, São Mamede/PB, deparamos com lindas formações rochosas. Como já era de se esperar, São Mamede/PB estava pronta para a festa junina que iria acontecer nessa noite com decorações alegres e com cores vibrantes. Continuando com as visitas chegamos à cidade de Várzea/PB onde aproveitamos para almoçar. Seguimos para São José do Sabugi/PB que também estava pronta para a festa junina que iria acontecer nessa noite. Partimos então para Santa Luzia/PB conhecida como a “Veneza da Paraíba”, por estar cercada por três grandes açudes. Terminada a visita a Santa Luzia/PB seguíamos para Tenório/PB, porém fomos informados de que não acharíamos hotéis ou pousadas por lá e então resolvemos pernoitar em Santa Luzia/PB. Aproveitando o tempo disponível para organizar e lavar o nosso carro que já estava a muito precisando.
03/07/2016Veja as fotos
Acordamos como de costume bem cedo e por volta das 06:00 hs o sol já estava alto, porém com uma temperatura bem amena em torno dos 18° graus e as pessoas já estavam todas bem agasalhadas e encapuzadas. Chegamos a Tenório/PB e a temperatura ainda estava baixa e garoava um pouco. Após, seguimos para o Junco do Seridó/PB e finalmente conseguimos tomar o nosso café da manhã. Partimos em direção a Juazeirinho/PB e o que nos chamou a atenção foi o fato da estação ferroviária daquela cidade estar abandonada e ainda conservava um bom aspecto. Chegamos a Soledade/PB, onde aproveitamos para almoçar e logo partimos para Olivedos/PB. Após realizarmos nossa visita a Olivedos/PB, partimos para Seridó/PB e somente quando chegamos lá é que descobrimos que Seridó/PB não era mais município e sim distrito de São Vicente do Seridó/PB o que causou um pequeno atraso em nossa viagem. Desfeita a confusão, verificamos que a cidade estava em festa e a sua decoração junina era bastante interessante e bem criativa. Seguimos para Pedra Lavrada/PB onde pudemos perceber o grande número de fiéis na missa de domingo, constatando a fé do povo dessa região. Ao entardecer já estávamos à procura de um local para pernoitarmos e optamos em seguir viagem para a cidade de Nova Palmeira/PB onde obtivemos êxito.
04/07/2016Veja as fotos
Acordamos e depois de uma rápida passada pela cidade de Nova Palmeira/PB, seguimos para a cidade de Frei Martinho/PB e no caminho quase chegando vimos uma pequena capela de 1954 que intacta resiste ao tempo. Paramos para tomar um café antes de seguir para Picuí/PB, onde entre todos os atrativos, o que mais nos chamou mais a atenção foi o monumento em homenagem ao Dr. Felipe Tiago Gomes (Fundador da CNEC). Chegamos à Nova Floresta/PB e depois de cumprirmos com as nossas tarefas paramos para almoçar em um lugar bem agradável e com uma comida de primeira qualidade. Ao chegarmos à Cuité/PB pudemos admirar em uma rua da cidade que tinha imagens em tamanho real que simbolizavam a via sacra. Uma rápida passagem por Baraúna/PB e logo chegamos a Sossego/PB que realmente merece esse nome, pois neste lugar parece que o tempo não passa. Com o adiantado da hora seguimos rapidamente para Cubati/PB para pernoitarmos.
05/07/2016Veja as fotos
Acordamos na cidade de Cubati/PB, conhecida como a cidade do Supercross e dos lindos mosaicos nas fachadas das escolas. Enganados pelo guia que nos informava uma estrada de terra para Algodão de Jandaíra/PB, nossa próxima cidade, tivemos que percorrer mais de 100 km além do previsto o que causou um atraso de mais de duas horas. Na cidade de Algodão de Jandaíra/PB parecia que todas as ruas estavam passando por calçamento e o que nos chamou muita atenção foi uma formação rochosa que parecia um muro construído por humanos. Já em Barra de Santa Rosa/PB pudemos apreciar as obras de arte do Sr. Evandro que com grande habilidade e talento transforma as árvores da Praça Frei Martinho em verdadeiras esculturas. Depois fomos para a cidade de Damião/PB onde a origem do topônimo levam as pessoas imaginarem que seja por causa de Frei Damião, porém é para homenagear um dos fundadores (Cosme e Damião – irmãos) da cidade. Por falar em história, em nossa próxima cidade visitamos o local de onde originou o nome de Cacimba de Dentro/PB e aproveitamos para almoçar. Já em Araruna/PB, o antigo Mercado Público transformado hoje em Centro Histórico deixa a Praça João Pessoa com um ar imponente. Saímos então rapidamente para Tacima/PB antes que o sol viesse a se por e pudemos fotografar uma linda e enorme imagem em homenagem a Santana, padroeira da cidade. Depois de obter informações que não tinha pousada em Tacima/PB voltamos para Araruna/PB para pernoitar.
06/07/2016Veja as fotos
Por indicação de alguns amigos que fizemos em Araruna/PB seguimos logo cedo para uma visita ao Parque Estadual da Pedra da Boca e após seguimos para Riachão/PB. Após chegarmos a Dona Inês/PB fizemos uma visita a Capela de Cruz da Menina, local de grande peregrinação de fieis. Após fazermos algumas fotos em Belém/PB que estava chovendo bastante seguimos para Caiçara/PB onde visitamos o Parque da Lagoa e em Logradouro/PB constatamos a construção de uma bela Igreja dedicada a São Sebastião. A caminho de Serra da Raiz/PB pegamos a nossa primeira estrada de terra que estava bastante enlameada em virtude das fortes chuvas. Devido ao adiantado da hora, suspendemos os trabalhos que havíamos iniciado em Duas Estradas/PB e logo fomos procurar um local para pernoitarmos.
07/07/2016Veja as fotos
Acordamos e fomos logo terminar o trabalho iniciado no dia anterior na cidade de Duas Estradas/PB. Chegamos a Lagoa de Dentro/PB e aproveitamos para dar uma geral no carro por causa da chuva e do barro que enfrentamos no dia anterior. Visitamos a Lagoa que dá o nome a cidade. Terminado, seguimos para Pedro Régis/PB e rapidamente terminamos por ser uma pequena cidade, mas muito acolhedora. Partimos então para Jacaraú/PB onde almoçamos e como de costume fomos abordados por algumas pessoas curiosas sobre a nossa expedição. Seguimos para Curral de Cima/PB onde fotografamos a famosa Praça da Pedra. Lamentando a estrada de barro que pegamos para Curral de Cima/PB que sujou novamente de barro o nosso carro, chegamos a Mataraca/PB onde pudemos visitar o encontro das águas do Rio Guajú com o mar na Barra de Camaratuba. Foi também o nosso encontro com o mar, depois de tantos dias pelo interior do estado. Saímos da Barra de Camaratuba em direção a Baía da Traição/PB onde a travessia é feita de balsa. A estrada estava tão ruim que causou um grande atraso fazendo com que buscássemos logo um local para pernoitar.
08/12/2016Veja as fotos
Acordamos e logo cedo começamos a procurar os atrativos de Baía da Traição/PB. Percorremos quase toda a cidade e vimos que as praias são lindas, porém o mar reclama seu lugar e castiga a construção desordenada. Marcação/PB foi à próxima cidade a ser visitada e passamos por algumas aldeias indígenas e vimos suas igrejas. Novamente na estrada fomos para a cidade de Rio Tinto/PB que achamos uma linda cidade e que preserva as suas antigas construções onde lembra o seu fundador Frederico João Lundgren. Nas árvores da praça tem 48 preguiças que são cuidadas por um dos moradores da cidade. Aproveitamos para almoçarmos. Mamanguape/PB foi a nossa próxima cidade que possui um trânsito bastante atrapalhado como todas as cidades do seu porte, mas tem os seus encantos. Quando chegamos a Araçagi/PB já era tardinha e o sol já estava se pondo e conseguimos encerrar os nossos trabalhos a tempo. Partimos para a cidade de Guarabira/PB para pernoitarmos.
09/07/2016Veja as fotos
Acordamos na cidade de Guarabira/PB bem cedo e a cidade ainda dormia quando aproveitamos para fotografar alguns atrativos antes que as pessoas começassem a transitar de um lado ao outro dificultando algumas fotos. Guarabira /PB é uma cidade com vários atrativos entre eles museus, casarões, praças e o grandioso monumento ao Frei Damião. Partimos para Sertãozinho/PB com suas ladeiras e ruas bastante estreitas que a torna bem peculiar. O que nos chamou mais atenção em Borborema/PB foram os casarões de todas as cores. Chegamos a Serraria/PB que é uma cidade com poucas ruas e muito estreitas onde em uma dessas ruas encontramos com um cortejo fúnebre que tivemos que contornar para não atrapalhar. Demos início aos trabalhos na cidade de Bananeiras/PB e por não ter vagas nos hotéis e pousadas tivemos que pernoitar em Solânea/PB.
10/07/2016Veja as fotos
Após o café da manhã retornamos a Bananeiras/PB para encerrar os trabalhos e aproveitar que a cidade ainda dormia. Bananeiras/PB é uma cidade muito bonita, talvez uma das mais belas até agora visitadas. Partimos para Solânea/PB onde descobrimos que o Santuário Santa Fé do Padre Ibiapina ficava na cidade, porém seguimos primeiramente para Casserengue/PB onde fizemos várias fotos. Ao terminar seguimos para Arara/PB que curiosamente o endereço do Santuário Santa Fé do Padre Ibiapina, pertencente à Solânea/PB, fica a poucos metros da cidade de Arara/PB que possui uma linda praça com figuras de vários animais esculpidos nas árvores onde aproveitamos para almoçar. Depois do almoço seguimos para Remígio/PB que possui um lindo cartão postal chamado de “Lagoa Parque Senhor dos Passos”. Com o dia quase encerrando terminamos nosso dia de trabalho na linda cidade de Areia/PB que curtia uma ressaca com o fim do evento chamado “Caminhos do Frio”. Areia/PB até hoje conserva seus antigos casarões com suas fachadas trabalhadas e coloridas dando um aspecto histórico e alegre. Encerrado os trabalhos de hoje, seguimos para a cidade de Pilões/PB para pernoitar e não podia deixar de registrar a atenção e o carinho que fomos recebidos na Pousada Rota do Frio pelo Sr. José Mauro.
11/07/2016Veja as fotos
Acordamos bem cedo em Pilões/PB e demos início aos trabalhos. Esse município, como outros da região serrana, possuem muitas ladeiras e sempre dificultam bastante os trabalhos. No caminho para Cuitegi/PB aproveitamos e demos uma rápida passada pela Cachoeira de Ouricuri. Chegando a cidade aproveitamos para tomar o nosso café. Partimos em seguida para Alagoinha/PB, cidade natal de Geraldo Beltrão – advogado e político, que possui um lindo pórtico na entrada da cidade. Seguimos para Alagoa Grande/PB, uma cidade de médio porte que possui um cruzeiro de onde é possível ter uma vista muito bonita inclusive da grande lagoa que deu nome a cidade e aproveitamos para almoçar. Após o almoço partimos para a cidade de Mulungu/PB e em seguida para Gurinhém/PB onde encerramos os trabalhos do dia. Como não tinha pousadas ou hotéis na cidade, seguimos para um distrito próximo chamado de Boqueirão pertencente à Gurinhém/PB para pernoitarmos.
12/07/2016Veja as fotos
No dia que completamos 30 dias no estado, acordamos, tomamos café da manhã e seguimos para a cidade de Caldas Brandão/PB e para a nossa surpresa quando fomos procurar a prefeitura para a foto padrão, descobrimos que ela ficava no distrito de Cajá a nove quilômetros de distância e o pior; já tínhamos passado por lá. Sanado este problema seguimos para Mari/PB onde encontramos ao lado da Igreja Matriz um lindo Santuário em homenagem a Nossa Senhora de Fátima. Em seguida fomos para Sapé/PB e o que nos chamou bastante atenção foi uma grande horta dentro da cidade. Ao chegarmos a Cuité de Mamanguape/PB aproveitamos para almoçar e logo seguimos para Capim/PB onde fizemos várias fotos. Partimos novamente para a região litorânea e chegamos à cidade de Lucena/PB e depois de visitar várias praias partimos em uma grande aventura que foi visitar as ruínas da Igreja de Nossa Senhora de Bom Sucesso. Terminado o dia e nosso trabalho seguimos para a cidade de Bayeux/PB para pernoitarmos.
13/07/2016Veja as fotos
Acordamos em Bayeux/PB e logo cedo tivemos a notícia que não iriamos ter café da manhã e então partimos para os trabalhos naquela cidade e tentar localizar um lugar para tomar o café. Como toda cidade que faz parte da grande capital é muito difícil saber os limites da cidade, às vezes confundindo com os limites da capital ou de outras cidades. O que gostamos muito de ver foi a beleza da Igreja de São Bento. Terminado esse trabalho seguimos para a capital João Pessoa/PB onde pudemos visitar a Ponta do Seixas que é o ponto mais oriental do continente americano e consequentemente da parte continental do Brasil, suas belas praias, seus monumentos, suas praças, seus parques, seus prédios públicos, seu centro histórico, etc. Uma beleza sem tamanho que vale a pena visitar.
14/07/2016Veja as fotos
Ontem tiramos uma folga e por algumas horas esquecemos as obrigações do dia a dia. Tivemos uma noite maravilhosa onde curtimos uma das lindas praias de João Pessoa/PB chamada de Tambaú. Depois de uma boa noite de sono e um bom café da manhã demos continuidade ao trabalho iniciado no dia anterior. Pudemos visitar outros monumentos e outros atrativos da cidade. Um atrativo que nos chamou bastante atenção foi o Parque Solón de Lucena pela organização e limpeza de sua lagoa e de suas inúmeras praças, principalmente a Praça do Pau Brasil. Encerrado os trabalhos na capital seguimos para a cidade vizinha Cabedelo/PB onde conhecemos o grande porto da cidade e a linda Fortaleza de Santa Catarina. Não podia deixar de registrar a satisfação de estar no KM Zero da BR-230, mais conhecida como Transamazônica. Tivemos que dar uma acelerada em nossa visita, pois não queríamos perder por nada nesse mundo um dos pores do sol mais bonito do Brasil que é saudado pelo Bolero de Ravel executado diariamente pelo músico “Jurandy do Sax” e acontece no Rio Paraíba, na praia fluvial do Jacaré. Após apreciar essa beleza seguimos para o distrito de Jacumã na cidade de Conde/PB para pernoitarmos por não ter hotéis ou pousadas na cidade.
15/07/2016Veja as fotos
Como sempre acontece nas cidades praianas, a busca pelas praias é sempre demorada e geralmente de difícil acesso causando sempre grandes atrasos nos trabalhos. Sabendo disso acordamos cedo e partimos em busca das praias de Conde/PB começando pela Praia de Jacumã. De todas que visitamos com certeza as que mais marcaram foram a Praia do Amor e a Praia de Tambaba. O Cânion do Coqueirinho também é uma beleza rara que não poderíamos deixar de citar. Terminado os trabalhos seguimos para Pitimbu/PB onde aproveitamos para almoçar. A próxima cidade foi Caaporã/PB e em seguida partimos para Alhandra/PB que tem a bela Igreja Matriz de Nossa Senhora da Assunção, porém está em obras. Partimos para nossa última cidade do dia que foi Pedras de Fogo/PB que tem como curiosidade estar bem na divisa com o estado de Pernambuco e um paralelepípedo no meio da avenida principal é que faz a divisa da cidade de Itambé/PE com a cidade de Pedras de Fogo/PB. Aproveitamos para pernoitarmos na cidade de Itambé/PE.
16/07/2016Veja as fotos
As 06:00 hs já estávamos na estrada rumo a Juripiranga/PB, nossa primeira cidade do dia. Como era sábado e em várias cidades é dia de feira livre o que dificulta bastante a nossa visita tornando muito difícil fotografar os atrativos da cidade. Terminamos os trabalhos e seguimos para a cidade de Pilar/PB que logo na chegada da cidade avistamos o Alto de Nossa Senhora da Conceição que protegia a cidade. Nossa próxima cidade foi São Miguel de Taipu/PB que tinha uma praça que prestava uma merecida homenagem aos agricultores da cidade. Seguimos então para a cidade de Santa Rita/PB que possui em frente à Igreja de Santa Rita uma grande e muito bonita imagem da padroeira da cidade. Aproveitamos para almoçar e seguimos para a cidade de Cruz do Espírito Santo/PB. Fomos informados que no caminho para Sobrado/PB poderíamos encontrar o Memorial a Augusto dos Anjos e lá chegando não poderíamos deixar de registrar em fotos o famoso tamarindo a quem ele tanto se referiu em suas poesias. Em Sobrado/PB não podíamos deixar de visitar o Memorial das Ligas Camponesas em homenagem a João Pedro Teixeira, líder camponês. Seguimos então para a nossa última cidade do dia, Riachão do Poço/PB que não possui hotel ou pousada o que nos obrigou a seguir para a cidade de São José de Ramos/PB e para nossa alegria tivéssemos que pernoitar novamente na Pousada Carneiro do Chaves 2 no distrito de Boqueirão, na cidade de Gurinhém/PB onde tivemos uma recepção muito agradável por seus funcionários.
17/07/2016Veja as fotos
Saímos cedo para visitar a nossa primeira cidade do dia que foi São José dos Ramos/PB. Rapidamente fotografamos a cidade porque era dia de feira livre e o centro da cidade estava um caos e então seguimos para Itabaiana/PB aonde vimos o lindo e imponente prédio da Câmara Municipal. Partimos para Salgado de São Félix/PB que tem a barragem de Acauã que além de armazenar água serve também para o lazer e refrescar do calor. Com a criação da barragem de Cauã a estrada que nos levaria para a próxima cidade, Natuba/PB, simplesmente desapareceu conforme informações de moradores e tivemos que dar uma volta enorme pelo estado de Pernambuco para chegarmos ao nosso destino. Em Pernambuco aproveitamos para tirar uma foto da linda igreja de Nossa Senhora do Amparo na cidade de Macaparana/PE e aproveitamos para almoçar. Continuamos nossa longa e dolorosa viagem para Natuba/PB por uma péssima estrada de chão que causou um grande atraso nos trabalhos de hoje. Depois seguimos para Aroeiras/PB e mais uma vez pegamos uma estrada muito ruim de chão, mas em alguns pontos da estrada podíamos admirar uma linda vista das montanhas da Paraíba. Continuando nossa dose de sofrimento seguimos em mais uma estrada de chão bem ruim para a cidade de Itatuba/PB e como chegamos a noite na cidade fomos em busca de um hotel ou pousada e não tivemos sucesso e tivemos que ir para a cidade de Ingá/PB para pernoitarmos.
18/07/2016Veja as fotos
Acordamos em Ingá/PB e seguimos direto para Itatuba/PB onde visitamos o Mosteiro da Mãe Ternura que ficava próximo a cidade, mas infelizmente estava fechado. Partimos em direção a Mogeiro/PB, uma cidade dividida entre Mogeiro de Cima e Mogeiro de Baixo, mas o que nos chamou mais atenção pela boa conservação foi a Praça da Juventude e a Igreja de Santa Luzia no distrito de Gameleira. Retornamos a Ingá/PB para podermos fazer os nossos registros e não poderíamos deixar de visitar as famosas “Itacoatiaras de Ingá” ou “Pedra de Ingá” por suas famosas inscrições rupestre e por duas vezes tentamos entrar, mas infelizmente o parque estava fechado. Então seguimos para a cidade de Juarez Távora/PB onde almoçamos e seguimos rapidamente para a cidade de Riachão do Bacamarte/PB e em seguida para Serra Redonda/PB que possuem uma geografia bem acidentada o que dificultou bastante o trabalho de filmagem. Não escondendo a ansiedade por termos atingido a 220ª cidade chegamos a Massaranduba/PB que possui um belo letreiro, na entrada da cidade, que combina maravilhosamente bem com a vista da cidade. Faltando apenas duas cidades e com a esperança de podermos terminar ainda hoje as visitas seguimos para Gado Bravo/PB, porém devido à longa distância não pudemos seguir viagem e tivemos que pernoitar na entrada da cidade de Aroeiras/PB.
19/07/2016Veja as fotos
Acordamos na cidade de Aroeiras/PB e começamos o dia enfrentando alguns problemas: não conseguimos sacar dinheiro na cidade devido aos assaltos explosivos que tem acontecido com frequência na região, os postos não possuem diesel S-10 e também não aceitam cartões como o comércio em geral. Para resolver esses problemas somente retornando por mais de 30 km até a cidade de Queimadas/PB. Resolvido os problemas seguimos para Gado Bravo/PB que é uma cidade pequena que possui um charme todo especial. Com a ansiedade em alta chegamos a nossa última cidade no estado da Paraíba, Umbuzeiro/PB que possui uma característica interessante que é a avenida que divide a Paraíba do estado de Pernambuco fazendo bastante confusão para quem não conhece. Muito bonito é o centro da cidade com sua igreja imponente e o grupo escolar Antônio Pessoa de uma beleza secular. Não podíamos deixar de registrar o movimento frenético das várias Toyotas que fazem o transporte entre as cidades. Encerrados os trabalhos no estado seguimos de volta para casa com mais uma aventura na bagagem e não podíamos deixar de agradecer a Deus que sempre esteve ao nosso lado nos protegendo, a todos que acompanharam nossos passos e aos paraibanos que nos receberam de corações e braços abertos. Até a próxima.